terça-feira, 10 de novembro de 2015

Entrevista para Francine Porfirio

Entrevista para o blog de Francine Porfirio

"A fantasia é uma espécie de plasma no qual outras coisas podem ser conduzidas. É praticamente um mar onde outros gêneros podem nadar. As palavras são de Terry Pratchett, autor da série Discworld. Tomei a liberdade de traduzir por conta própria, mas o original está no site de Patrick Rothfuss, outro autor do gênero. O texto trata de muitas coisas, mas as frases que destaquei são emblemáticas. A fantasia não é um fim. Ela é um recurso. Eu gosto de usar exemplos para ilustrar. Vamos a eles: Ensaio sobre a cegueira (Saramago) não é sobre pessoas cegas, mas sobre uma sociedade que tenta se reestruturar diante de uma circunstância nova. Funes, o memorioso (Borges) não é sobre alguém capaz de se lembrar de tudo, é sobre o funcionamento de nossa memória ou, em uma análise mais contemporânea, sobre como o excesso de informação pode ser um fardo. A fantasia é um meio, não um fim."

http://myqueenside.blogspot.com.br/2015/09/entrevista-anderson-henrique-apresenta.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário