segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Trecho do conto Anelisa Sangrava Flores

"Sangrou flores pela segunda vez ainda menina. Esgueirou-se pela cozinha enquanto a mãe preparava o almoço, afanou uma faca de ponta afiada e correu para o quintal. Com a extremidade perfurante do objeto, desenhou uma paisagem no muro da casa. Durante os retoques, falhou a pontaria e a lâmina foi de encontro à carne. O choro fugiu pela garganta, e duas gotas de sangue escaparam para o chão. Quando a mãe chegou para socorrê-la, as gotas derramadas sobre a terra eram gérberas avermelhadas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário